Notícias

1 05/09/2016 15:20

Um alemão encontrou o corpo de uma mulher no sótão de seu pai, 40 anos depois de ter sido dada como desaparecida.

O homem de 33 anos, que não teve seu nome identificado pela mídia alemã, estava reformando o sótão da casa de seu pai na cidade de Cloppenburg quando descobriu o esqueleto da mulher, que estava coberto de folhas e palha.

A polícia disse que recebeu um telefonema sobre a descoberta “muito incomum” em 28 de agosto, e encontrou o esqueleto em uma posição deitada com vários casacos, calças e um par de sapatos, de acordo com o jornal alemão “Bild”.

— Uma descoberta deste tipo é um evento muito incomum — disse o porta-voz da polícia Josef Schade.

Após a realização de uma autópsia e análise dental, as autoridades acreditam que os ossos pertencem a uma mulher que desapareceu em 1977, a cinco quilômetros da casa, quando ela tinha 28 anos.

Mãe de três filhos, a mulher tinha um histórico de doença mental, segundo a polícia. Seu marido morreu em 2012.

— Acreditamos que ela deitou para dormir e congelou até a morte no sótão — explicou Schade.

O GLOBO







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.