Notícias

1 15/01/2016 22:07

A água que tem caído na torneira dos consumidores do Sul do Estado, com destaque para os moradores de Itabuna e Canavieiras, foi considerada imprópria para o consumo, devido ao alto teor de cloreto de sódio, o que torna a água salobra.

Com o problema, consumidores que apresentam histórico de hipertensão arterial, problemas dermatológicos, principalmente idosos e crianças, são orientados pelos profissionais de saúde a não consumirem a água.

A explicação dada pela Empresa Baiana de Águas e Saneamento (EMBASA), responsável pelo abastecimento de água em Canavieiras, foi a mesma fornecida pela Empresa Municipal de Águas e Saneamento (EMASA), responsável pelo abastecimento em Itabuna.

Segundo técnicos das empresas, a escassez de chuva na região, faz com que o nível dos locais de captação fiquem abaixo do desejado, possibilitando o avanço da maré e deixando,consequentemente, a água salobra.

O gerente da Embasa em Canavieiras, o Senhor. Alan Nascimento, em entrevista a rádio Costa Sul FM 99,3, disse: “Em decorrência desta vasão da água do mar para o rio, é praticamente impossível se fazer uma análise do momento em que a água vai deixar de ser impropria para o consumo”. Perguntado se haveria racionamento,ele ainda explicou tranquilizando os consumidores: “Não teremos racionamento, pois Canavieiras é uma ilha cercada de águas”.

A alternativa encontrada por alguns consumidores foi a aquisição de água mineral, como forma de amenizar os transtornos causados pela má qualidade da água fornecida pela EMBASA e EMASA.

A grande procura por água mineral, tem exposto mais transtornos para a população, já que com a grande demanda tem faltado água mineral para os consumidores e, o fato mais revoltante, oportunistas tem se aproveitado para superfaturar o preço do produto.

Em alguns lugares, o garrafão de 20 litros que custava entre R$ 6,00 E R$ 8,00, passou a custar cerca de R$ 15,00. Já o garrafão completo que custava entre R$ 22,00 a R$ 25,00, passou a ser oferecido, em alguns locais por até R$ 35,00.

O sofrimento passa a ser ainda maior para as famílias que não tem nenhuma condição de comprar água mineral, ainda mais com preço superfaturado.Com isso, essas pessoas se veem obrigados a consumir a água de má qualidade, expondo essas pessoas ao perigo que a ingestão dessa água pode trazer á saúde.

Em Itabuna, como forma de amenizar o problema, a EMASA firmou uma parceria com a EMBASA e estão captando água potável no município de São José da Vitória, transportada em carros pipa e distribuída para a população.

Já em Canavieiras, até o exato momento, nenhuma ação nesse sentido foi realizada pela EMBASA, mesmo com a existência de locais com água potável próximo ao município.

Não seria surpresa se o Ministério Público, ciente da situação, tomasse providências no sentido de orientar a EMBASA a tomar medidas que amenizem a situação vivida pela população do município

Redação:

Ney Amaral/DRT - 5141







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.