Notícias

1 20/03/2019 15:10

Cristina Pita

Colaborou Antônio Carlos e Geovanna Lorhan

Familiares e amigos do motorista de transporte alternativo, Erivaldo Paulo de Jesus, de 38 anos, querem justiça. Eles protestaram nesta quarta-feira (20/3), em frente ao Fórum Desembargador Wilde Lima, em Santo Antônio de Jesus.

De acordo com relatos de testemunhas, o veículo que atropelou o topiqueiro, uma Hilux branca, era conduzida por outro motorista de transporte alternativo, que teria fugido do local sem prestar socorro.

Em entrevista ao repórter Antônio Carlos, da Rádio Andaiá FM, um amigo de Erivaldo, que não se identificou, afirmou que não foi um acidente de trânsito.  “O que aconteceu não foi um acidente de trânsito, pois as câmeras de alguns estabelecimentos podem comprovar isso. Então, foi um crime proposital. Só queremos justiça pela morte do nosso amigo. Esse crime não pode ficar impune, porque foi uma vida que foi ceifada. Erivaldo deixou uma filha de 11 anos e uma mulher”, lamentou.

O cunhado de Erivaldo, que não disse o nome, contou que o suspeito negou o crime. “O que mais nos dói, além de perder Erivaldo, é que o acusado alega que não matou o meu cunhado. O carro do suspeito, Júnior Cabeça, foi visto machucado e o pneu estourou. Só queremos justiça”, pediu.

Erivaldo morreu na noite de sexta (15/3) quando trafegava de moto pela Av. ACM, no centro da cidade. Populares relataram que ele foi surpreendido pelo motorista da Hilux, supostamente de propósito. Erivaldo morreu no local.

Participaram da manifestação, além dos amigos e familiares, colegas que trabalham com transporte alternativo, com vans e topics. Exibindo cartazes, os manifestantes cobravam da justiça celeridade e uma solução para que o atropelamento de Erivaldo, supostamente intencional, não fique impune.

Um motorista de topic, amigo de Erivaldo e que teria passado a tarde de sexta com ele em um bar, onde tiveram uma discussão, foi apontado por testemunhas como suspeito de atropelar Erivaldo. O suspeito foi ouvido na Delegacia, onde prestou esclarecimentos, e liberado. Em depoimento à polícia e áudio que circula nas redes sociais, o suspeito nega.

A Polícia Civil investiga a morte de Erivaldo. O delegado titular Orlando Corsino, que investiga o caso, não deu detalhes das apurações. A família da vítima diz que Erivaldo Paulo de Jesus foi morto pelo colega conhecido por Júnior Cabeça. Ele chegou a se apresentar na delegacia, na segunda-feira (18/3), mas foi liberado.

VEJA

 

 

 







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 971 16 971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.