Esportes

1 24/01/2017 16:20

A Copa do Nordeste 2017, que começa nesta terça-feira (24) com o jogo Náutico x Uniclinic na Arena Pernambuco, terá 20% dos clubes participantes sediados em cidades do interior e 80% em capitais. É o menor índice do interior na competição desde 2013, quando voltou ao calendário.

O percentual corresponde a quatro dos 20 times: Altos, Itabaiana, Campinense e Juazeirense. Os dois primeiros vêm dos municípios de mesmo nome no Piauí e em Sergipe, respectivamente. O Campinense representa a paraibana Campina Grande e a Juazeirense coloca Juazeiro, no Norte baiano, no mapa do torneio regional pelo segundo ano consecutivo.

A edição 2017 contrasta com a de 2016. O ano passado foi justamente o que o interior bateu recorde de representatividade no Nordestão, com sete dos 20 clubes (35%). Já a menor participação, considerando as 15 edições do torneio reconhecidas pela CBF, ocorreu em 1998, 2001 e 2002. Nesses três anos, Fluminense de Feira e Treze foram os únicos times do interior entre os 16 participantes.

Em tempo: a conta considera como interior qualquer município que não seja a capital do estado, e não o oposto de litoral. O River, com sede em Teresina, que é a única capital nordestina fora do litoral, não foi incluído como um clube do interior. Já o Altos, do município que faz parte da região metropolitana de Teresina, foi considerado do interior.

Participação do interior na Copa do Nordeste em todas as edições:

2017 – 4 de 20 = 20% (Altos, Campinense, Itabaiana e Juazeirense)

2016 – 7 de 20 = 35% (Campinense, Salgueiro, Imperatriz, Coruripe, Estanciano, Juazeirense e Vitória da Conquista)

2015 – 6 de 20 = 30% (Coruripe, Serrano, Campinense, Salgueiro, Globo e Socorrense)

2014 – 4 de 16 = 25% (Vitória da Conquista, Guarany de Sobral, Treze e Potiguar)

2013 – 6 de 16 = 37,5% (ASA, Feirense, Campinense, Sousa, Salgueiro e Itabaiana)

2010 – 2 de 15 = 13,3% (Fluminense de Feira e Treze)

2003 – 3 de 12 = 25% (Fluminense de Feira, Palmeiras Nordeste e Treze)

2002 – 2 de 16 = 12,5% (Fluminense de Feira e Treze)

2001 – 2 de 16 = 12,5% (Fluminense de Feira e Treze)

2000 – 6 de 16 = 37,5% (Miguelense-AL, Juazeiro, Poções, Juazeiro-CE, Treze e Coritiba-SE)

1999 – 6 de 16 = 37,5% (Juazeiro, Ferroviário, Campinense, Porto, Baraúnas e Lagartense)

1998 – 2 de 16 = 12,5% (Fluminense de Feira e Treze)

1997 – 3 de 17 = 17,6% (Fluminense de Feira, Ferroviário e Santa Cruz-PB)

1994 – 4 de 16 = 25% (Capela-AL, Cruzeiro-AL, Guarany de Sobral e Santa Cruz-PB)

1976 – 3 de 12 = 25% (Fluminense de Feira, Treze e Volta Redonda*)

*Embora seja do Sudeste, o Volta Redonda foi convidado para a disputa do Torneio José Américo de Almeida Filho, vencido pelo Vitória, que em 2012 foi reconhecido pelo CBF como equivalente à Copa do Nordeste.

Correio







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.