Entretenimento

1 09/11/2017 09:50

Conhecido por sua participação Two And a Half Man, o ator Charlie Sheen foi acusado de ter abusado sexualmente de um jovem de 13 anos de idade durante as gravações do filme A Inocência do Primeiro Amor, em 1986. Na época, ele tinha 19 anos. A vítima teria sido o ator Corey Haim, que morreu aos 38 anos em 2010, após complicações causadas por uma pneumonia. A denúncia foi feita por pessoas que trabalharam no longa-metragem e amigos de Haim ao jornal norte-americano The National Enquirer.

"Ele me disse que fumaram maconha e fizeram sexo. Haim falou que depois disso, Sheen tornou-se muito frio", contou o ator Dominick Brascia, que foi amigo íntimo de Cohen. De acordo com outra fonte, Charlie intimidou o adolescente, que estava em posição vulnerável: "Corey estava tão confuso com o encontro sexual que acreditava, como tantas outras vítimas, estar apaixonado por seu abusador".

"Ele não denunciou Sheen publicamente porque o homem era - e ainda é - poderoso. Corey temia que ele arruinasse sua carreira", contou outro entrevistado. O jornal ainda relatou o depoimento de duas mulheres que trabalharam no set do filme - na época com 17 e 18 anos -, que afirmaram terem sido assediadas por Charlie. Um homem (que na época tinha 18 anos) também disse que impediu Sheen de beijá-lo. "Eu não tinha interesse em fazer qualquer coisa com ele. Na verdade, eu nunca achei ele especial como algumas das garotas achavam. Ele era realmente desagradável", contou.

Correio
Foto: Reprodução







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.