Notícias

1 18/11/2017 12:10

Véspera de férias e de datas festivas ou promocionais, como a Black Friday e o Natal que se aproximam, os golpes se multiplicam nas redes sociais amplificando os riscos para o consumidor. Nas últimas semanas, quatro armadilhas voltaram a bombar no WhastApp e no Facebook: a promessa de passagens gratuitas de Gol e Latam, de kits de Natal do Boticário e de recarga sem custo para o celular.

Conhecido como “Phishing”, nesse tipo de golpe os criminosos enviam supostas promoções e adicionam um link parecido com o das lojas oficiais, redirecionando para sites falsos. Ao clicar nesses links, o consumidor pode ter seu computador infectado com um vírus ou um malware que pode criptografar os dados do desktop e permitir ao criminoso “sequestrar” seu dados e até pedir resgaste, explica Matheus Jacyntho, gerente de Segurança da Informação na consultoria global Protiviti.
 
"Adicionalmente, o criminoso pode conseguir roubar os dados pessoais e bancários que estiverem salvos no desktop ou celular. O risco acaba sendo maior no desktop, pois os usuários costumam acessar o aplicativo WhatsApp na versão Desktop e os computadores costumam ter mais informações pessoais e de mais pessoas da família", explica Jacyntho.

O especialista recomenda ao internauta sempre duvidar de promoções com preços muito mais baixos que o praticado no mercado, mesmo em época de Black Friday. Segundo Jacyntho, é necessário olhar atentamente o link recebido, pois os endereços costumam ser de fato muito parecidos com os das empresas tradicionais.
 
Uma sugestão é verificar no link qual é a empresa e pesquisar numa ferramenta de busca qual é o link oficial. Ao entrar nesse link, verificar se a promoção é legítima. Quem consultar o site ou as redes sociais das empresas vai achar alertas sobre as falsas promoções.

O Boticário informa que a mensagem que está circulando em grupos de WhatsApp, com link para uma pesquisa de Desejos de Make e ganhar um Lápis Delineador Make B., é falsa e que está tomando providências a respeito. E alerta que acessar o link pode danificar o equipamento do internauta. A empresa orienta o consumidor a buscar os canais oficiais para esclarecimentos sobre promoções válidas. A Latam publicou comunicado com a mesma orientação, destacando que as promoções válidas podem ser conferidas no site da companhia. Já a Gol publicou no Facebook um alerta sobre a falsa promoção:
 
"Mesmo no caso da promoção ser válida, se depender de informação de um código ou de dados do cliente, a inserção dessa informação só deve ser feita no site de compras da empresa, nunca no link enviado", alerta ainda Jacyntho.
 
Ao identificar um golpe, a orientação é que o consumidor procure a delegacia de crimes cibernéticos do seu estado e reporte o incidente.
 
Para prevenir danos, a melhor medida ainda é a prevenção, ou seja, não clicar em links suspeitos, ter antivírus atualizado, firewall ativado. Para quem já clicou na promoção falsa, a recomendação é troca todos as senhas por um dispositivo diferente do que acessou o golpe.
 
"É necessário atualizar o antivírus e fazer uma varredura completa a fim de remover vírus ou malwares instalados, e caso não esteja seguro, realize a restauração de fábrica ou reinstalação do sistema operacional e softwares/aplicativos, com a ajuda de profissional qualificado", ressalta Jacyntho.

O Globo
Foto: Reprodução







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.