Notícias

1 16/11/2017 10:00

A Receita Federal paga hoje o sexto lote de restituição do Imposto de Renda, que contempla 92.586 contribuintes baianos e totaliza mais de R$ 122 milhões. O lote inclui restituições residuais do período de 2008 a 2016.
Para saber se teve a restituição liberada, o contribuinte deverá acessar a página da Receita Federal na internet (http://idg.receita.fazenda.gov.br/) ou ligar para o Receitafone, através do número 146.

Na consulta à página da Receita, serviço e-CAC, é possível acessar o extrato da declaração e ver se há inconsistências de dados identificadas pelo processamento. Nesse caso, o contribuinte pode avaliar as inconsistências e fazer a autorregularização, mediante a entrega de declaração retificadora.

A Receita disponibiliza ainda aplicativo para tablets e smartphones, que facilita a consulta às declarações do Imposto de Renda e à situação cadastral no CPF.

A restituição ficará disponível no banco durante um ano. Se o contribuinte não fizer o resgate nesse prazo, deverá fazer requerimento pela internet, mediante o Formulário Eletrônico - Pedido de Pagamento de Restituição, ou diretamente no e-CAC, no serviço Extrato do Processamento da Declaração do Imposto sobre a Renda da Pessoa Física (DIRPF).

Caso o valor não seja creditado, o contribuinte poderá contactar pessoalmente qualquer agência do Banco do Brasil ou ligar para a Central de Atendimento por meio do telefone 4004-0001 (capitais), 0800-729-0001 (demais localidades) e 0800-729-0088 (telefone especial exclusivo para deficientes auditivos) para agendar o crédito em conta corrente ou poupança, em seu nome, em qualquer banco.

Não sabe o que fazer com o dinheiro da restituição? O consultor financeiro Edísio Freire ajuda a dar um destino a ele:

Pague as dívidas mais caras - Se está devendo ao cartão de crédito ou cheque especial, utilize a restituição do Imposto de Renda para quitar ou amortizar essas dívidas, pois elas têm juros altos e diminuem rapidamente o seu poder de compra, aumentando assim o seu nível de endividamento.

Monte o seu ‘colchão de segurança’ - É recomendado que se tenha uma reserva de segurança para possíveis emergências, como o desemprego, problemas de saúde, uma reforma urgente, dentre outras coisas. Então, aproveite esse dinheiro da restituição do Imposto de Renda e comece a montar 
essa reserva. 

Faça investimentos conservadores - Ao escolher um produto de investimento, dê atenção ao percentual de rendimento líquido e à liquidez. São dois itens importantes para se ter um bom resultado com as aplicações. As opções de Tesouro Direto são boas para quem precisa de uma boa rentabilidade, liquidez e segurança, tendo atenção apenas para os tipos de títulos. 

Busque investimentos mais arriscados - Se o produto é mais arriscado, significa que ele também é mais rentável. Para pessoas com perfil moderado de investimento, existem opções de Fundos Multimercados com volatilidade média e boa rentabilidade. Fique atento à composição do fundo e ao seu nível de risco. É aceitável volatilidade até 2%.

Invista no seu bem-estar - Não adianta tanto esforço se não pudermos usufruir dos resultados. Use parte de sua restituição para comprar aquele produto que tanto deseja, fazer aquela viagem, aproveitar aquela promoção. Isso lhe dará mais prazer, além de uma boa sensação de recompensa por todo esforço feito para manter as finanças organizadas.

Correio
Foto: Betto Jr. (Arquivo/CORREIO)







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.