Notícias

1 25/04/2017 11:10

A chamada de emergência para a polícia foi recebida às 18h30min de segunda-feira, pelo horário local. Do outro lado da linha, Jiranuch Trirat, de 21 anos, contou desesperadamente que seu namorado, Wuttisan Wongtalay, de 20 anos, havia feito uma transmissão ao vivo pelo Facebook, assassinando por enforcamento a filha do casal, Beta, de apenas 11 meses.

"O vídeo tem cerca de quatro minutos e foi publicado às 17h45min", disse o policial Sanit Nookhong, em entrevista à imprensa local. As imagens mostram Wongtalay amarrando uma corda em volta do pescoço do bebê antes de soltá-la do telhado de um prédio, na cidade de Phuket. O vídeo ficou disponível na rede social por quase 24 horas, até ser retirado às 17h, pelo horário local, desta terça-feira.

"No vídeo, Wongtalay mostra uma garrafa com um líquido, que depois nós confirmamos que era kratom (bebida feita com planta nativa com efeito sedativo e psicotrópico). Ele dá a bebida para a menina, e também bebe. Depois, ele amarra a corda no pescoço da garota", contou o policial. "Você pode ouvir o bebê chorando, até que o choro para. Então, ele puxa a menina para o telhado do prédio e solta a corda ao redor do pescoço".

Após a chamada, a polícia iniciou uma busca para encontrar Wongtalay e sua filha, mas encontraram os corpos dos dois, pendurados num prédio abandonado. "Ele estava tendo uma paranoia de que sua esposa o deixaria e que ela não o amava", contou o policial Jullaus Suvannin, à Reuters.

À imprensa local, Jiranuch contou que às 15h de segunda-feira, o namorado olhou o telefone dela e ameaçou matá-la. "Eu fiquei com medo e fugi de casa, e deixei Beta com ele" contou a jovem. "Eu voltei para casa no fim da tarde e eles não estavam lá. Eu liguei para ele, para que ele trouxesse Beta, mas não consegui contato. Foi então que eu vi o vídeo e chamei a polícia".

O assassinato foi o primeiro a ser transmitido ao vivo pelo Facebook na Tailândia, afirmou a policial Kissana Phathanacharoen, dizendo que o caso pode ter sido inspirado por outros que aconteceram recentemente em outros países. Na semana passada, o Facebook informou que estava revisando os métodos de monitoramento de vídeos violentos e outros materiais sensíveis após imagens do assassinato de um idoso em Cleveland, Olhio, terem sido publicadas.

O GLOBO







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.