Notícias

1 16/02/2017 16:50

Em discurso no Plenário nesta quinta-feira (16), o senador Romário (PSB-RJ) lamentou o fato de que os eventos esportivos sediados no Brasil nos últimos anos, em vez de trazer benefícios e um legado real aos brasileiros, com mais infraestrutura e visibilidade turística, tenham ajudado a aprofundar a crise financeira no país, afetando inclusive o próprio esporte.

Após o encerramento de eventos como os Jogos Olímpicos, disse Romário, o país precisou pagar a fatura. Só então, acrescentou o senador, escancarou-se o péssimo estado das finanças públicas, agravadas pela irresponsabilidade de governantes que se aventuraram a incentivar o ciclo de eventos esportivos sem o adequado planejamento financeiro, em especial no Rio de Janeiro.

Ele criticou o ex-governador Sérgio Cabral e o ex-prefeito Eduardo Paes, por ações temerárias que fizeram o Rio perder, de 2008 a 2013, R$ 138 bilhões com a concessão de incentivos fiscais para a Copa, e outros R$ 100 milhões anuais com isenção de impostos em carnes nobres como picanha e filé mignon.

Essas ações, reforçou o senador, “ajudam a entender a atual falência do estado”. Para completar, afirmou o senador, a crise e a má gestão de recursos levou ao afastamento de patrocinadores importantes para o esporte, o que afetará o desempenho dos atletas brasileiros na Olimpíada de Tóquio 2020.

- Desperdiçamos a década de megaeventos como ponto de partida para transformar o Brasil numa potência do esporte – lamentou.

Tribuna da Bahia







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.