Notícias

1 20/09/2016 14:50

A bancária Mariana Marcondes, 43 anos, foi encontrada morta dentro do apartamento onde morava com os filhos e o marido na Zona Leste de São Paulo. Ela e a família desapareceram no sábado (17). O ex-marido dela, Chateaubriand Bandeira Diniz, de 51 anos, é o principal suspeito.

Segundo amigos da bancária, o casamento dela não andava bem há um tempo, inclusive com relatos de agressão. “Na semana passada, ela me pediu socorro, queria procurar um imóvel para alugarmos e dizia que não aguentava mais ele”, contou uma amiga da vítima à TV Globo.

O corpo de Mariana foi encontrado na segunda-feira (19). Os PMs foram acionados pela irmão da vítima, que ligou avisando que há dois dias já não tinha informações dela. Um chaveiro foi chamado para abrir a porta do apartamento e, quando entraram, encontraram a mulher morta, com ferimentos na cabeça e na barriga, que teriam sido causados por pauladas. Segundo peritos, ela foi espancada e muito sangue foi encontrado no local onde ela estava.

O caso foi registrado no 81º Distrito Policial (Belém). No boletim de ocorrência consta que foi encontrado “muito sangue, de aparência não muito recente” em volta da cabeça da vítima, além de uma mancha sangue no tórax. O corpo dela estava encostado na porta de um dos quartos, que também apresentava manchas de sangue. A blusa da vítima também estava com um “pequeno furo”, provavelmente causado por um objeto perfurante, que não foi localizado.

Mariana e o ex-marido foram vistos pela última vez em um churrasco no condomínio em que moravam, no Belém. Eles teriam se desentendido e, em seguida, saíram da festa. Os amigos da bancária estranharam o sumiço dela depois que marcaram de sair juntos no sábado e ela não respondeu às mensagens.

O ex-marido de Mariana e seus dois filhos de 6 e 9 anos continuam desaparecidos. Segundo relato de parentes, Mariana e o ex-marido voltaram a se encontrar há cerca de um mês após a separação. “Eles tinham uma relação conturbada. Ele já tinha batido nela e até sido condenada pela Lei Maria da Penha”, disse o irmão da vítima, Maurício Marcondes.

De acordo com Marcondes, o ex-marido era alcoólatra e estava desempregado. Era sustentado por Mariana. “A família ajudava também. Foi criando um monstro ainda maior.”

Correio







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.