Notícias

1 05/12/2023 15:00

A morte do dentista Lucas Maia de Oliveira, de 36 anos, encontrado amarrado na cama, no prédio de luxo Celebration Garibaldi, no bairro do Rio Vermelho, em Salvador, é investigada como homicídio qualificado e furto. 21 pessoas foram ouvidas no inquérito.

A informação foi divulgada nesta terça-feira (5), pela delegada Zaira Pimentel, titular da 1ª Delegacia de Homicídios (DH/Atlântico) e responsável pelas investigações do crime.

Ainda segundo a Polícia Civil, 121 horas de filmagem dos circuitos internos de câmeras de segurança do edifício são analisados no inquérito.

O conteúdo dessas imagens vai ser reproduzido em um relatório de imagem feito pela equipe da 1ª DH, que é uma equipe experiente, principalmente em casos de repercussão, mas a gente ainda está analisando", disse Zaira Pimentel.
 
Na semana passada, o homem suspeito de envolvimento na morte do dentista foi identificado. A informação foi confirmada pela Polícia Civil. No entanto, a identidade não foi revelada porque pode atrapalhar as investigações.

Além disso, um homem foi ouvido na delegacia na companhia de um advogado. De acordo com a delegada, os elementos de prova foram analisados e foi constatado que o homem não era o mesmo que aparecem nas filmagens do elevador como principal suspeito do crime.

Polícia aguarda laudo do DPT

A delegada disse que a Polícia Civil aguarda o laudo do DPT para ter acesso a novas informações que possam ajudar na resolução do crime.

"O perito tem 30 dias para enviar o laudo para a delegacia", afirmou a delegada Zara Pimentel.







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.430-180
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9711-6971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.