últimas notícias

Notícias

1 02/12/2019 06:00

Uma audiência pública marcada para às 18h desta segunda-feira (2/12), no auditório da Universidade Federal do Recôncavo (UFRB), em Cachoeira, terá como pauta ações contra o feminicídio e o chamado machismo tóxico. A ação é uma das reações da universidade após o crime que vitimou Elitânia de Souza Hora. A estudante de Serviço Social foi morta a tiros na noite da quarta-feira (27). O ex-namorado é o suspeito pelo crime.

O diretor do centro de artes, humanidades e letras do campus de Cachoeira da UFRB, Jorge Cardoso, disse que a universidade vai reforçar a discussão sobre as consequências da violência de gênero. Segundo Cardoso, o crime contra a estudante interrompeu uma vida comprometida com a defesa dos direitos de populações vulneráveis da região.

“Era uma jovem com todo um futuro pela frente, militante dos direitos quilombolas, que estava com sua formação no campo do serviço social para garantir os direitos de gerações futuras, pescadores, quilombolas e marisqueiras da região do Iguape e teve sua vida ceifada por um crime que só expressa o machismo que impera em nossa sociedade”, desabafou. 







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9711-6971 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.