Notícias

1 19/05/2018 11:40

No Nordeste brasileiro, as taxas de analfabetismo registradas em 2017 ficaram bem cima do índice nacional. No Brasil, 7% da população é analfabeta. O dado ilustra a realidade de 11,5 milhões de brasileiros sem saber ler e escrever. No Nordeste, o índice é quatro vezes maior que no Sul e Sudeste do país.

A Bahia registou, segundo a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), no módulo Educação, a menor taxa de analfabetismo entre pessoas de 15 anos ou mais, com 12,7% da população. Alagoas é o estado com maior índice de analfabetos nessa faixa de idade, com 18,2%, seguido por Maranhão (16,7%), Piauí (16,6%) e Paraíba (16,5%) em 2017.

O Ceará registou índice de 14,2% no analfabetismo. Segundo informações da redação O Povo Online/ Rede Nordeste, um total de um milhão de cearenses com 15 anos ou mais não sabe ler e escrever. O estado está entre os oito que detêm a maior da taxa de analfabetismo do Brasil. Apesar do número, houve queda de 6,8%, em 2017, comparada aos indicadores estaduais de 2016.

Depois da Bahia, o segundo estado nordestino com menor índice de analfabetos é Pernambuco, ainda assim são 13,4% da população com 15 anos de idade ou mais.

Os menores indicadores do país estão no Rio de Janeiro (2,5%), Distrito Federal (2,5%), São Paulo (2,6%), Santa Catarina (2,6%) e Rio Grande do Sul (3%).

Correio







Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.