Esportes

1 22/01/2018 09:40

A busca pelo tri começou revivendo o fantasma de 2017. Neste domingo (21), na estreia do Campeonato Baiano, o Vitória jogou bem, mas só empatou com a Juazeirense no Barradão, por 2x2. A frustração também teve tom de alívio, já que o Leão perdia até os 43 minutos do 2º tempo.

Foram 48 dias sem ver a bola rolar em jogos oficiais no Barradão. Antes, apenas um aperitivo, um jogo-treino contra o Atlântico, quando o Leão venceu por 2x1. O último triunfo à vera em seu estádio foi no dia 8 de novembro de 2017, contra o Palmeiras, pelo Campeonato Brasileiro. A ideia era acabar esse jejum. 

O prato principal dava a impressão de que seria farto. Aos 24, o Leão quase engasgou, quando Júnior Gaúcho aproveitou bola recuperada por Enercino e, de longe, mandou uma bomba que assustou Fernando Miguel e passou pelo lado do gol.

No minuto seguinte, veio a primeira bocada do Leão. Após passe açucarado de Uillian Correia, Neilton partiu em velocidade, invadiu a área e, com a canhotinha calibrada, estufou a bola no fundo das redes.  

Animado com o placar, o Leão relaxou e pagou caro. Aos 40 minutos, Wallace falhou e viu a bola sobrar para Deca, que deu a assistência para Salatiel empatar.

Neilton ainda teve uma boa chance de colocar o Vitória novamente à frente do placar, em cobrança de falta, mas chutou para fora.

No intervalo, o técnico Vagner Mancini mandou o Vitória para cima da Juazeirense e colocou o atacante Denilson, estreante, na vaga do volante Fillipe Soutto.

Mais ofensivo, o Leão ofereceu perigo à defesa do time de Juazeiro. Com apenas cinco minutos, Neilton fez boa jogada pelo meio e deu uma bola enfiada para Tréllez, que ficou de frente para o gol. Quando o colombiano se preparava para chutar, Júnior Gaúcho isolou.

O gol parecia muito perto. Wallace arrancou para o ataque e tocou para Tréllez, que desperdiçou. Depois, tentou com Bryan, Yago, Kanu, Denilson, mas nada passada por Tigre. Neilton, um dos destaques rubro-negros no jogo, insistiu com chute de fora da área. O Vitória chegava, mas engasgava na hora de finalizar.

Três minutos. Bastou esse tempo em campo para Rayllan estragar tudo. O jogador da Juazeirense cobrou falta com muito estilo e marcou o golaço da virada. 

Mas, se ele estava determinado, Juninho também. Com apenas sete minutos em campo, o lateral tabelou com Neilton e, na saída de Tigre, livrou o Leão de começar o estadual com derrota: 2x2.

Quarta-feira, o rubro-negro visita o Vitória da Conquista, no estádio Lomanto Júnior. Já a Juazeirense joga contra o Jacobina, no Adauto Moraes, em Juazeiro.

Correio
Foto: Maurícia da Matta/EC Vitória







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.