Esportes

1 19/12/2016 12:00

A nova direção do Esporte Clube Vitória terá uma missão quase impossível: segurar no clube o maior ídolo da torcida Rubro-negra nos últimos anos, o atacante e artilheiro Marinho, responsável direto pela manutenção do clube baiano na Série A do Campeonato Brasileiro de 2017. “Di Marinho”, como é carinhosamente chamado, é o objeto de desejo de alguns dos maiores clubes do Brasil, e para “pânico” da torcida, é alvo do poderoso futebol chinês.

Marinho tem contrato com o Vitória até 2018, e só sai da Toca do Leão com o pagamento da multa rescisória de R$ 17,6 milhões estipulada no contrato. Os direitos econômicos do jogador são divididos da seguinte forma. Vitória 50%,Cruzeiro 30% e JMB [empresa que agencia o atleta] 20%. Pelo valor da multa, especula-se que nenhum clube do futebol brasileiro teria dinheiro em caixa para tirar “Di Marinho” da Toca, como Flamengo, Grêmio e Botafogo.

Mas a “ameaça” vem do exterior. O empresário do atacante revelou que clubes como Genoa, da Itália, e o Nagoya Grampus, do Japão, demonstraram interesse, além de clubes da China, México, Turquia e Arábia Saudita. E qualquer clube que depositar em juízo o valor da multa, leva Marinho. Mas existe a possibilidade de recusa do jogador, que pode não querer sair agora do país e permanecer mais uma temporada no Vitória.

O Flamengo, Grêmio e Botafogo fizeram sondagens para saber a real situação e o interesse do camisa 7 em atuar por lá. Contudo, seu empresário, Bismarck afirma que o prioridade de Marinho é permanecer na Toca do Leão, mas não descartou uma saída caso receba uma proposta tentadora.

Tribuna da Bahia







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.