Esportes

1 10/06/2016 11:00

Antes de anunciar as mudanças no calendário do futebol brasileiro para 2017, a CBF apresentou, em coletiva de imprensa na sede da entidade, um pacote de medidas para o desenvolvimento do futebol feminino. A principal novidade fica por conta da criação da primeira e segunda divisão do Campeonato Brasileiro de Futebol Feminino, além de competições nacionais do sub-17 e sub-20 para a categoria.

“A gente tem na cabeça que o futebol jogado pelas meninas tem que ser igual ao dos homens. Mas jamais será. Temos que mostrar esse outro olhar. O que é o futebol feminino, o que são as meninas praticando esse esporte”, afirmou a ex-árbitra Ana Paula de Oliveira, coordenadora de um grupo de trabalho focado na modalidade.

Outras propostas aprovadas foram a criação de um departamento especifico ao futebol feminino e a implementação de um curso para treinadoras. "Nunca uma iniciativa desse tamanho foi feita pela instituição, pensando no futebol feminino como um todo e não só na seleção. Isso emociona. Estamos falando de uma trajetória em que a mulher não tinha nem voz, não tinha espaço para apresentar o que estou apresentando", concluiu Ana Paula.

Sem divulgar muitos detalhes, a CBF apenas salientou que as duas divisões nacionais do futebol feminino brasileiro terão 16 representantes em cada divisão.

Bahia Notícias







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.