Esportes

1 20/04/2018 16:20

O Vitória surpreendeu na quinta-feira (19). Tudo começou nos vestiários, quando o técnico Vagner Mancini divulgou a escalações e Neilton apareceu entre os titulares. O baixinho era dado como desfalque, mas conseguiu se recuperar de uma lesão na coxa e, às pressas, foi liberado pelo departamento médico do Leão. 

O torcedor, que ainda estava chateado com a falha grotesca do goleiro Caíque no jogo de ida, quando o Leão perdeu por 2x1, em Porto Alegre, precisou deixar as rusgas de lado e depositar confiança no garoto, de 20 anos. Afinal, o destino do Vitória na Copa do Brasil estava, literalmente, nas mãos dele. Foi um dia de muita emoção, e o melhor: de final feliz. 

Com sorriso largo, o técnico Vagner Mancini demonstrava alívio e felicidade ao entrar na sala de imprensa da Toca do Leão. Com cara de "eu já sabia", o treinador encheu o peito para falar de Caíque. "O engraçado disso é que, quando acabou o último jogo (de ida, contra o Internacional), dois minutos após ele falhar, foi todo mundo em cima de Caíque e disse: 'isso acontece, vai acontecer novamente, mas você vai pegar os pênaltis em Salvador e vamos passar de fase'. É bacana quando você vê que um cara que falhou no primeiro jogo, foi lá e levou o Vitória a uma nova fase. Todo mundo erra na vida. Eu erro na escalação, erro nas substituições, os atletas erram em campo", avaliou o técnico, que elogiou o amadurecimento do atleta.

."Fico feliz que ele rapidamente, em uma semana, pôde devolver a torcida a confirmação necessária, que todo mundo aqui dentro tem nele. Hoje é um goleiro muito mais maduro, que já aprendeu uma série de coisas. Ele foi fundamental, fez um grande jogo", completou.

O técnico também falou sobre a sua grande carta na manga, que foi a escalação de Neilton. O atacante foi o responsável pelo gol no tempo regulamentar, que levou o Leão à disputa de pênaltis, e, de quebra, também marcou o o gol da classificação. 

"Quando ele fez exame, há cerca de oito dias, eu tinha certeza que ele jogaria esse jogo. Foi um risco. Importante quando você arrisca e vê que deu certo. Neilton poderia ter saído no primeiro tempo sentindo a perna, mas a gente tinha a confiança do atleta, que queria jogar. Eu jamais vou deixar de fora um jogador, mesmo que eu tenha que tirar com cinco minutos de jogo. Não posso deixar de maneira alguma, fora um jogo um cara que tem sido o diferencial do Vitória de fora. Acho que acertamos", confessou o técnico, que realizou apenas um treino com a presença de Neilton entre os atletas.

O Vitória enfrentará o Corinthians nas oitavas de final da Copa do Brasil. O adversário foi definido nesta sexta-feira (20), através de sorteio.

Correio







Rua Tiradentes, 30 – 5-º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.