Colunas

1 01/10/2018 17:00

Por Francisco Viana*

As fake news estimulam a política rasteira. O tipo de política que não interessa a ninguém, independente de partidos. Pois é a política, se é que podemos chama-la assim, do atraso e do retrocesso.

Seja em âmbito nacional, como a divulgação de uma capa falsa de uma reportagem sobre um candidato à Presidência da República por uma revista de grande circulação ou declarações de apoio, também falsas, a um candidato atribuídas a personalidades de notória credibilidade. Seja no âmbito de uma cidadezinha do interior, visando arranhar a reputação de um candidato a deputado estadual ou federal, por exemplo, com notícias falsas de corrupção. O jogo é pesado, sem ética alguma. E tende a se intensificar na medida em que as eleições ficam mais próximas. Um vale tudo para iludir o eleitor. Há exércitos de robôs trabalhando nesse sentido, bem como mercadores de ilusões a produzir mensagens falsas.

Portanto, todo cuidado é pouco no memento de replicar “notícias“ que aparentam ser verdadeiras. Se houver cuidados, semearemos a confiança e não a desinformação que é sinônimo de desconfiança e instabilidade. Tudo o que não se deseja em uma eleição, sobretudo duramente conquistada como a nossa. Combater as fake news é responsabilidade de todos nós. Vamos às urnas. Que vençam os melhores candidatos, em todos os níveis. Que vençam aqueles que tiverem as melhores propostas para o País. Sem fake news.

*Francisco Viana é jornalista e doutor em Filosofia Política (PUC-SP).


Categorias

 Francisco Viana 






Rua Tiradentes, 30 – 4º Andar – Edf. São Francisco – Centro - Santo Antônio de Jesus/BA. CEP: 44.571-115
Tel.: (75) 3631-2677 | 3631-2924 | 3631-9500 | 9 9968-9004 (Whatsapp) - Definitivamente a melhor.
© 2010 - Rádio Andaiá FM - Todos os direitos reservados.